Tractores

novos e usados, peças e assistência

Alfaias

novos e usados, peças e assistência

Jardim

novos e usados, peças e assistência

Peças

Kubota, Fiat, Ford e New Holland

Lubrificantes

Kubota Total / Ambra NH / Ingralub

Usados

Kubota, Fiat, Ford e New Holland

Notícias:

Nutriprado promove conversas com personali

A Nutriprado promoveu uma nova conversa com uma personalidade do setor, o Engenheiro Luís Bulhão Martins, administrador da Cersul - Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul S.A. O Engenheiro Vasco Abreu representou a Nutriprado.

Nutriprado

Luís Bulhão Martins iniciou a sua intervenção por agradecer o convite à Nutriprado, realçando que «parar para refletir» nesta fase é algo positivo, daí a importância da iniciativa. Após a apresentação inicial, o administrador da Cersul apresentou a entidade. A Cersul, Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul S.A. foi o primeiro agrupamento de produtores de cereais e oleaginosas do país a ser constituído. A entidade é responsável pela recepção, condicionamento e comercialização de cereais e oleaginosas, para além de funcionar como Central de Compras de factores de produção e prestação de serviços. 

Em seguida, o administrador abordou o tópico da distância que existe entre a região e a indústria. «Nós estamos muito distantes da indústria transformadora de cereais, nomeadamente, dos cereais de grande valor», como a transformação do trigo duro e as fábricas de grande malte. «Na zona, temos uma ou outra fábrica de rações e temos alguma proximidade com Espanha, onde grandes operadores ao nível do comércio nos dão, muitas vezes, a possibilidade de negociar melhores condições», conta.

«O desaparecimento da agroindústria do Alentejo interior é um drama que nos retira enorme competitividade», aponta. «O futuro da indústria agroalimentar nacional passou a ser a exportação, colocaram-se todas as fábricas junto aos portos, junto ao mar, e o Alentejo está a uma distância que tem custo tão elevado como trazer cereais de grandes centros produtores», explica, exemplificando que levar cereais do Alentejo até ao Porto custa tanto como importar cereais de Bordéus. 

Sobre as novas tecnologias presentes no mercados e as parcerias, Luís Bulhão Martins acredita que existiu um «franco progresso» nos últimos anos em relação às parcerias com as empresas detentoras ou comercializadoras de novas variedades, com as associações produtoras e com o estabelecimento e introdução de listas de variedades recomendadas. «Quer a ANPOC, quer a ANPROMIS, quer as organizações dos produtores, quer o comércio e a investigação propriamente dita, onde devemos destacar o INIAV, agem como "travões" ao descalabro total para onde caminhava a produção de cereais nacional», defende, apelando à constante estimulação do setor e apoios aos produtores de cereais. 

«Os cereais fazem muita falta, não só como membros importantes na diversidade cultural, como culturas importantes para as explorações agrícolas, que vivem, hoje em dia, em economia circular», aponta, dando o exemplo das explorações animais. Luís Bulhão Martins acrescenta, ainda, a importância dos cereais para a diversidade, cadeias curtas e paisagens.

Luís Bulhão Martins entende ser essencial apostar nos produtos de alto valor, como cereais, trigos de baixo pesticidas e com elevada qualidade para a indústria. «Finalmente, e a ganhar algum volume nos três ou quatro anos mais recentes, a produção biológica de cereais e de cereais sem glúten», destaca. O administrador da Cersul considera importante a «sensibilização» para a produção europeia, acreditando que a pandemia sanitária trouxe a ideia de que é necessário «melhorar os níveis de autoprovisionamento regionalmente». 

«A agricultura portuguesa tem uma balança comercial francamente desiquilibrada», expõe. «Há muitos anos que se persegue a ideia de equilibrar a balança comercial em valor, mas estamos muito atrasados para atingir esse objetivo. Eu acredito que temos que lutar por garantias de apoio ao rendimento que nos coloquem em igualdade de circunstância com os nossos parceiros em situações mais favorecidas. Acredito que devemos lutar por políticas que contrariem o abandono, sendo que, a melhor maneira de contrariar o abandono é entregar interesse económico às atividades», realça. 

Aquando do debate com os participantes no evento, o convidado abordou, ainda, a nova Estratégia Do Prado ou Prato, mencionando temáticas como a renovação geracional e a neutralidade carbónica. 

As próximas reuniões estão agendadas para a próxima quinta-feira, dia 4 de junho, com o Engenheiro José Manuel Abreu, e para dia 18 de junho, com a Engenheira Paula Cruz de Carvalho, da DGAV. Pode aceder às reuniões anteriores, com o Engenheiro Francisco Abreu e o Engenheiro Benvindo Maçãs, no canal de youtube da Nutriprado

A Nutriprado é uma empresa pioneira no apoio especializado para a instalação de prados. O seu objetivo passa por dar, na medida do possível, elementos de esclarecimento para que os agricultores possam escolher da melhor maneira as suas variedades.

saber mais

Saiba quais os eventos do setor agrícola a

Devido ao surto de coronavírus que está a atacar o globo, vários eventosdo setor agrícola têm sido cancelados ou adiados nas últimas semanas, a fim de precaver potencial disseminação da doença.

Fórum de Modernização da Agricultura em Alcobaça adiado

O segundo Fórum de Modernização da Agricultura iria debater a temática "Fruticultura", no Ribatejo e Oeste, em Alcobaça, a 19 de março. Contudo, devido ao Covid-19, os organizadores consideraram que seria correto adiar a realização do evento. Nova data será divulgada brevemente.

ProWein, maior feira de vinhos do mundo, cancelada

A Messe Düsseldorf, responsável pela organização da maior feira vitivinícola do mundo , afirmou, em comunicado de imprensa, adiar todas as suas feiras até maio "a fim de garantir que o planeamento possa prosseguir com segurança" devido ao novo coronavírus.

A organização afirmou que, tendo avaliado a situação em relação ao Covid-19 na Europa, e com incerteza por parte de vários grandes expositores, decidiu seguir as recomendações do governo alemão e adiou o evento.

Conferência da Amêndoa da TECNOAGRO IBÉRIA cancelada

A Conferência da Amêndoa da TECNOAGRO IBERIA, agendada para 11 e 12 de março, vai ser adiada para maio ou junho, conforme a evolução da pandemia do coronavírus.

"Apesar de termos um evento de excelência que foi capaz de reunir algumas das principais personalidades do setor e de termos mais de 400 inscritos, a escala de informações e de medidas anunciadas ontem, e hoje de manhã, pelos governos de Portugal e de Espanha, obriga a organização a adiar este evento", afirma a organização do evento em comunicado de imprensa.

LogiMAT 2020 afetada

LogiMAT, a 18ª Feira Internacional de Soluções Intralogísticas e Gerenciamento de Processos, foi cancelada devido a uma liminar oficial. 

Após o cancelamento da feira, a Jungheinrich criou a sua primeira feira virtual para garantir que ninguém perde a revelação das suas mais recentes inovações e novidades. A feira virtual refletirá visualmente áreas temáticas da Jungheinrich, sessões de palestras e chat rooms, onde os especialistas da Jungheinrich estarão disponíveis em direto para conversarem com os visitantes.

Conferência de Ideias da Alltech será realizada virtualmente

A Alltech tem vindo a monitorizar atentamente o surto, tendo em consideração a ONE: Conferência de Ideias da Alltech. Este evento anual estava agendado para os dias 17 a 19 de maio, em Lexington, Kentucky, nos EUA, sendo habitual reunir mais de 3 500 participantes de 70 países num debate sobre soluções inovadoras na cadeia global de valor agroalimentar. No contexto atual das medidas de prevenção da saúde pública relacionadas com o coronavírus, a Alltech decidiu realizar a conferência ONE em formato virtual.

InvestBraga adia a 53ª Agro para 25 a 28 de março de 2021

A organização da AgroBraga apesar de dispor de um plano de contingência que cumpre todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde, garante que fez tudo ao seu alcance para assegurar as condições necessárias à realização do evento, com o objetivo de manter a qualidade do mesmo, mas perante os últimos desenvolvimentos, não restava outra opção que não a de adiar a AGRO para 2021 e lamenta o incómodo causado a expositores e visitantes.

Fórum para o Futuro da Agricultura cancelado

evento realizava-se no próximo dia 31 de março, em Bruxelas, e prometia contar com as mais diferentes personalidades do panorama atual. Contudo, devido ao Covid-19, o evento foi cancelado. 

Suspensão da 1ª Conferência Frutos 2020 

A 1ª Conferência Frutos 2020, sobre a Monda em fruteiras, a realizar-se dia 23 de Março, no auditório da CIM Oeste, foi adiada, com nova data a confirmar mais tarde.

24H Agricultura Syngenta adiadas para 3 e 4 de outubro

No contexto da atual problemática do novo coronavírus Covid-19, e face às recomendações da Direção Geral de Saúde para contenção da sua disseminação, a organização das 24H Agricultura Syngenta decidiu adiar o evento, visando a salvaguarda da saúde de todos os participantes. A nova data definida para realização das 24H Agricultura Syngenta é 3 e 4 de outubro de 2020, na Escola Superior Agrária de Santarém.

ACOS anuncia cancelamento da 37ª Ovibeja

Atendendo à emergência de saúde pública no âmbito da pandemia pela Covid – 19, e na sequência da sua evolução, a ACOS – Associação de Agricultores do Sul, entidade organizadora da 37ª Ovibeja, informou que o evento deste ano foi cancelado e anunciou que a próxima edição terá lugar entre os dias 21 e 25 de abril de 2021. De igual modo, a ACOS informa que o 10º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja foi cancelado.

"A Ovibeja é feita pelas pessoas e para as pessoas e só faz sentido com os sentimentos de responsabilidade, de pertença e de festa que a caracterizam, razão pela qual o evento não foi adiado mas sim cancelado", é possíver ler-se no comunicado. "Como tal, este recolhimento forçado em função da pandemia da Covid-19 deverá funcionar como uma importante fase de reflexão e de consciência cívica. “Agricultura ConsCiência”, o tema que tinha sido escolhido para esta edição da Ovibeja, reflete essa postura de defesa do que é mais genuíno, em conformidade com os desafios colocados pela ciência", concluem, reforçando que a secretaria continua a funcionar para qualquer esclarecimento. 

Seminário Internacionais de Mirtilos sofrem alteração de data

A Blueberries Consulting International Magazine adiou os seus seminários para as seguintes datas:

- Seminário Internacional de Mirtilos México: Primeira semana de julho;

- Seminário Internacional de Mirtilos Chile: 9 de julho;

- Seminário Internacional de Mirtilos Peru: 16 de julho;

- Seminário Internacional de Mirtilos Marrocos: 10 de setembro.

VI Colóquio Nacional da Produção de Pequenos Frutos adiado

No contexto atual, a organização do VICNPPF decidiu adiar o evento para 21 e 22 de maio de 2021.

Organic Food Iberia cancelada

A diretora administrativa da Diversified Communications, Carsten Holm, diz: «Como todas as empresas, temos acompanhado de perto os desenvolvimentos que se alteram muito rapidamente nesses tempos difíceis. Embora todos esperemos que as atuais medidas difíceis sobre interação social sejam levantadas no final do verão, ficou claro que a melhor opção para todos os envolvidos é esperar e apresentar um evento ainda maior e melhor no próximo ano».

A Diversified Communications e o IFEMA, os organizadores conjuntos da Organic Food Iberia e da Eco Living Iberia, confirmaram que o evento deste ano está cancelado, isto devido à atual pandemia de coronavírus. O maior evento comercial de Espanha e Portugal dedicado a alimentos biológicos e produtos sustentáveis ??será realizado entre 9 e 10 de junho de 2021.

Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo cancelada

No contexto da pandemia da Covid-19, o CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas optou por cancelar a edição de 2020 da FNA. A próxima edição acontece entre 5 a 13 de junho de 2021.

"Avaliando as condições excepcionais e a incerteza das próximas semanas decorrente do momento que vivemos, o Conselho de Administração do CNEMA, numa decisão dificil e inédita, concluiu que não estão reunidas as condições para a realização da Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo no próximo mês de junho".

A organização diz-se "consciente do impacto desta decisão em todos aqueles que nos apoiam com a sua presença" e não deixa de "agradecer a patrocinadores, expositores, parceiros e visitantes pela confiança que sempre demonstraram na FNA". 

Cancelamento do  71º Congresso da EAAP

Na sequência dos recentes acontecimentos e constrangimentos devido à pandemia Covid-19, e dada a impossibilidade de prever e evolução das restrições implementadas por todo o mundo, lamentamos informar que, após cerca de um mês de avaliação semanal, e de recolha de toda a informação possível, o Conselho da Federação Europeia de Zootecnia (EAAP) tomou, em conjunto com a organização local, a decisão de cancelar o 71º Congresso da EAAP, que seria realizado na cidade do Porto em agosto deste ano.

O congresso tomará, excepcionalmente este ano, uma forma online, garantindo assim a apresentação de todos os trabalhos submetidos, e a discussão em torno dos temas tão prementes e urgentes para a sociedade actual.

Asia Fruit Logistica tem nova data

Devido aos últimos desenvolvimentos da Covid-19, a Feira Asia Fruit Logistica foi adiada. A nova data é de 18 a 20 de novembro 2020 em Singapura.

Agroglobal adiada para julho de 2021

A entidade responsável pela feira destaca que, perante a conjectura atual, o adiamento era "inevitável". A próxima edição da Agroglobal acontece entre 6 e 8 de julho de 2021.

III Colóquio Nacional de Plantas Aromáticas e Medicinais adiado para setembro de 2021

Como consequência do impacto da pandemia provocada pelo Covid-19, a nível nacional e mundial, e seguindo as recomendações da restrição de reuniões presenciais que envolvam aglomeração de massas, evitando assim, riscos para a saúde pública, a Comissão Organizadora do III Colóquio Nacional de Plantas Aromáticas e Medicinais-CNPAM, por precaução, resolveu adiar a realização do colóquio de setembro de 2020 para setembro de 2021. A nova edição acontece entre 28 e 30 de setembro do próximo ano.

Em atualização (última atualização a 02/06)

saber mais

Eletrificação de margens de ribeiras - Est

Tenho duas propriedades atravessadas por uma ribeira que só corre até meados de junho. Coloquei em cada margem um poste – tipo telefone, com 6 metros de altura - e pretendo 1) colocar de forma permanente um cabo elétrico para alimentar uma bomba de água e 2) colocar um tubo de uma polegada e um quarto para ligar a água de uma margem para a outra. A instalação elétrica será feita por um profissional habilitado. Esta intervenção carece de licenciamento?

Ribeira

Por: Agência Portuguesa do Ambiente

A captação de água está sujeita a licenciamento prévio. Neste contexto, caso se verifique que o atravessamento da forma proposta também está sujeito a licenciamento (no caso de ser uma construção ou outra atividades que possa alterar o estado da massa de água), o mesmo será incorporado no titulo de captação, por se tratarem de duas utilizações associadas entre si.

A captação está sujeita a licenciamento prévio, nos termos dos artigos 60º ou 62º da Lei nº 58/2005, de 29 de dezembro na sua redação atual. Os pedidos de titulo de utilização dos recursos hídricos deverão ser instruído nos termos da Portaria nº 1450/2007, de 12 de novembro, através da plataforma de licenciamento SILIAMB.

saber mais

In Loco abre concurso de apoio para pequen

A Associação IN LOCO, na qualidade de entidade gestora do Grupo de Ação Local para o Interior do Algarve Central, informa que se encontram abertos concursos para apresentação de candidaturas no âmbito da medida 10 “LEADER”, do PDR2020, ao seguinte anúncio: 10.2.1.1 – PEQUENOS INVESTIMENTOS NA EXPLORAÇÃO AGRICOLA (de 1 de junho a 31 de julho).

Agricultura

Esta tem sido a medida com maior procura neste território, pelo que foi decidido canalizar o que podem ser as últimas verbas disponíveis, para abrir de novo este concurso.

As candidaturas devem ter os seguintes objetivos: promover a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores e contribuir para o processo de modernização e de capacitação das empresas do setor agrícola.

O investimento nas explorações deve ser superior ou igual a 1 000 euros e inferior ou igual a 40 000 euros. Os apoios variam entre 40% a 50% do investimento elegível, sob a forma de subvenção não reembolsável.

Os investimentos devem estar localizados no território do Interior Algarve Central, que abrange as seguintes freguesias: Guia e Paderne, no Concelho de Albufeira; Santa Bárbara de Nexe, Conceição e Estoi, no Concelho de Faro; Alte, Ameixial, Boliqueime, Salir, São Sebastião e Querença, Tôr e Benafim, no Concelho de Loulé; Pechão e Moncarapacho e Fuseta, no Concelho de Olhão; São Brás de Alportel; São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra, no Concelho de Silves; Cachopo, Santa Catarina da Fonte do Bispo e Luz de Tavira e Santo Estêvão, no Concelho de Tavira.

Os anúncios e demais informação relevante, nomeadamente legislação, formulários, orientações técnicas que incluem as listas de documentos a apresentar, estão disponíveis no portal do PORTUGAL 2020, no PDR 2020 ou no sítio do GAL “Interior do Algarve Central”.

saber mais

Apresentação da Lista de Variedades Recome

O evento, organizado pela ANPOC, INIAV e IPBeja, acontece no próximo dia 3 de junho, entre as 10 e as 12:30 horas, via plataforma Zoom.

ANPOC INIAV IPBEJA

Num primeiro momento será apresentada a Lista de Variedades Recomendadas, existindo, durante um evento, um segmento para as empresas do setor exporem a sua visão.

Após a apresentação da LVR 2020, será apresentada a Agenda de Inovação CEREALTECH.

O evento contará com o encerramento da ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque. As inscrições já estão abertas.

saber mais

Quais são as raças de rãs nativas que pode

A legislação portuguesa e a europeia foram recentemente reforçadas, de modo a tornar ainda mais restrita a produção de rã touro da espécie Rana catesbeiana (rã touro americana).

Rãs

Foram também alteradas as restrições a outras espécies. A única rã com interesse e nativa, é a Rana perezi e mesmo esta enfrenta grandes limitações de produção. Encontra-se em estudo a domesticação desta espécie na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima.

Na Booki pode encomendar um pequeno manual de criação da espécie, algo antigo, mas ainda de grande interesse para introdução: La rana Cria y explotacion

saber mais

Agricultores e as Cooperativas Agrícolas E

Ao examinar o Quadro Financeiro Plurianual da União (QFP) 2021-2027 revisto e o Programa de Recuperação da “Nova Geração da UE”, publicado no passado dia 28 de maio, o Copa e a Cogeca, de que a CONFAGRI é membro, destacam a necessidade de realizar mais ações conjuntas a nível comunitário e apelam a um reforço do apoio à agricultura no âmbito da Política Agrícola Comum (PAC).

Agricultura

As entidades defendem que a “Próxima Geração da UE” "deve ser capaz de lançar as bases e ser o ponto de partida para a realidade do período pós-pandemia e de seguir uma abordagem verdadeiramente comum e coordenada, assente nos princípios de solidariedade, compreensão e flexibilidade". No que diz respeito à agricultura e à silvicultura, "é preciso que se apliquem e distribuam todas as ferramentas necessárias, desde subsídios, empréstimos ou instrumentos financeiros, a fim de incentivar a tão necessária ajuda ao investimento para a recuperação do setor", é possível ler-se em comunicado de imprensa.

Os agricultores e as cooperativas agrícolas europeias acolhem "com agrado" as iniciativas da Comissão para "impulsionar um futuro mais promissor e a criação das condições adequadas para que a próxima geração de cidadãos da UE possa trabalhar e prosperar. A atenção adicional dada à coesão, investimentos, investigação, digitalização, competências e diversificação é positivo e certamente beneficiará o setor agrícola", defendem.

Nesse sentido, o presidente da Copa, Joachim Rukwied, referiu que "o aumento de 15 mil milhões de euros dedicado ao desenvolvimento rural é um primeiro passo positivo, no entanto, os agricultores europeus continuam dececionados com os valores que foram alocados à PAC na proposta revista do QFP. A redução de 8,8% das ajudas  diretas em termos reais, num período em que os agricultores estão sujeitos a tanta pressão e expetativas é simplesmente inaceitável. Esta é a altura certa para mostrar aos nossos agricultores que estamos prontos para os apoiar na transição".

Desde há dois anos que o Copa e a Cogeca têm vindo a solicitar a manutenção em termos reais dos apoios da PAC, o que se torna agora ainda mais pertinente no contexto das estratégias sobre Biodiversidade e Do Prado ao Prato, recentemente publicadas

O Presidente da Cogeca, Ramón Armengol, comentou as propostas, sublinhando que "é bom saber que a Comissão Europeia reconheceu a agricultura e a silvicultura como dois dos setores essenciais e que está disposta a estabelecer as condições apropriadas para planear a sua recuperação, especialmente se se tiver em consideração a atual pandemia. Agora, mais do que nunca, precisamos de uma União forte e é necessário, pelo menos, a manutenção do apoio financeiro do atual quadro financeiro plurianual. É essencial que estas ajudas, incluindo a “União Europeia da Próxima Geração”, cheguem realmente às pessoas no terreno. Portanto, exortamos o Conselho a adotar uma abordagem proactiva sobre estas propostas e a tomar uma decisão rápida, pois resta muito pouco tempo, apenas sete meses, para 2021“.

O Copa e a Cogeca, assim como os agricultores, os proprietários florestais e as  cooperativas agrícolas que os representam, dedicam todos os seus esforços para fornecer alimentos e biomassa produzidos de forma a respeitar o meio ambiente, promover a biodiversidade, contribuir para o desenvolvimento sustentável, combater as alterações climáticas e garantir o bem-estar dos animais. O seu trabalho é essencial para alcançar os objetivos de um Pacto Verde Europeu revisto.

"Os decisores políticos europeus têm agora a oportunidade de demonstrar que a sua ambição e os seus objetivos também são acompanhados pelos recursos financeiros e pelos instrumentos necessários para assegurar uma transição verdadeiramente justa para todos", concluem.

saber mais

Investigadora da UTAD identifica tratament

Sofia Correia, membro integrado do Centro de Investigação e Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), investigou estratégias inovadoras em pré e pós-colheita no incremento da qualidade da cereja Sweetheart, no Norte de Portugal. Os resultados mostraram uma «redução do rachamento do fruto em 50%».

Cerejas

A metodologia consistiu em repetidas pulverizações de cálcio, e cálcio conjugado com outras substâncias tendo os «tratamentos foliares reduzido o rachamento», e sido «menor» nos frutos «tratados com cálcio conjugado com ácido abscísico e glicina-betaína, sobretudo o rachamento do tipo lateral», explicou a investigadora.

Este tipo de rachamento afeta normalmente grande parte do volume da cereja, o que representa um aspeto importante na rejeição do fruto por parte do consumidor, pelo que, há necessidade de produzir frutos de grande qualidade, devido à elevada importância económica da cereja.

Assim, as aplicações com ácido abscísico e glicina-betaína em associação com cálcio, «aumentaram o teor de ceras solúveis e espessura da cutícula e das células da epiderme dos frutos», tendo sido verificado que, durante a fase de amadurecimento, «frutos com células da epiderme, hipoderme e parênquima de maior dimensão apresentaram uma menor incidência ao rachamento, o que indica a importância da flexibilidade e elasticidade da epiderme», salienta Sofia Correia.

A investigadora destaca, ainda, que os compostos aplicados não afetam as características organolépticas (textura/sabor) e melhoram o aspeto visual do fruto. E, uma vez que estes compostos têm preços acessíveis, são ferramentas que podem ser facilmente adotadas pelos produtores de cereja. Outra conclusão deste estudo é o aumento do calibre, em 20%, na cereja tratada com glicina-betaína e cálcio, o que representa um impacto «muito positivo para os produtores».

Os resultados desta investigação estão publicados no Journal of the Science of Food and Agriculture e integram uma tese de doutoramento financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do Programa Doutoral “Cadeias de Produção Agrícola – da mesa ao campo” e intitulada Pre and postharvest innovative strategies to enhance cherry quality com orientação das docentes da UTAD, Berta Gonçalves e Ana Paula Silva, e de RobSchouten, da Universidade de Wageningen, Países Baixos.

saber mais

Publicações: